logomarca-recortada2

curso-RDNO-front

respostas-defensivas-nao-ortodoxas

curso-respostas-defensivas-nao-ortodoxas

RESPOSTAS DEFENSIVAS NÃO ORTODOXAS (RDNO), trata-se de um treinamento bastante completo, com procedimentos mais avançados que exigirá do aluno boas habilidades já desenvolvidas previamente.

O FBI fez um estudo sobre confrontos armados ocorrido com a polícia americana e concluiu que o policial acerta 01(um) em cada 06(seis) disparos contra o alvo, ou seja, apenas 17% de aproveitamento, ainda relata que aproximadamente 50 % dos tiroteios ocorrem em distâncias de até 1,7 metros entre o policial e o meliante e outros 20 % ocorrem em distâncias 2 e 3,4 metros. Ou seja, aproximadamente somente 30 % ocorrem a distâncias mais longas mais que em média não passam de 6 ou 7 metros, o que se comprovam com os dados supracitados que o homem sob o efeito do estresse tende a agir sem um raciocínio lógico conveniente, vindo na verdade a desordenar seus pensamentos e procedimentos. Esta é uma realidade não só americana, mas mundial no contexto dos combates urbanos.

Dentro dessa concepção e visão da realidade dos tiroteios o programa de treinamento RDNO será um treinamento funcional e intensivo, com carga horária de pelo menos 15h (2 dias), onde serão apresentadas as técnicas necessárias para a evolução de treinamentos mais complexos e mais dinâmicos. Ainda, serão exaustivamente aplicados os elementos do tiro de autoproteção - PPS (Procedimento, Precisão e Segurança).

Neste módulo de treinamento será abordado desde revisão dos fundamentos básicos de tiro e das técnicas de autoproteção, passando por:

  1. Fundamentos do tiro de autoproteção;
  2. Regras de segurança;
  3. Trocas de Carregadores (táticas e de emergência);
  4. Tipos de saque da arma;
  5. Técnicas de saques em movimento;
  6. Giros estacionários e dinâmicos;
  7. Tiro em deslocamento e lateralizado;
  8. Tiro abrigado;
  9. Exercício com mão principal e mão auxiliar;
  10. Solução das 05 panes recorrentes;
  11. Disparos em alvos móveis;
  12. Combate aproximado com análise de cenários e ambientes;
  13. Noções de sobrevivência urbana;
  14. Tiro seletivo;
  15. Noções de técnicas não convencionais;
  16. Múltiplas ameaças; e
  17. Autoproteção em Veículos (a depender dos meios)

Nesse treinamento, serão desenvolvidos vários atributos, a fim de introduzir o aluno em uma situação em que, mesmo desconfortável, possa desenvolver as técnicas e táticas necessárias. As técnicas serão treinadas de forma gradativa, ocasião em que o aluno será sempre acompanhado individualmente pelos instrutores, sendo identificados desde o início do treinamento os seus pontos críticos que poderão ser melhorados ou mesmo potencializados em ocasiões específicas.

Pretende-se ao final do programa que o aluno tenha adquirido as ferramentas e os atributos necessários para evoluir em outros treinamentos e principalmente no cenário do confronto armado, sempre dentro de uma concepção de autoproteção, ou seja, o mais importante não é que o aluno possua apenas excelente precisão nos disparos executados, mas sim que possua, além de ótima confiança por disparar bem, ótima mentalidade de segurança com sua arma. Tudo com o objetivo de nunca pôr em risco a sua própria integridade e de outras pessoas, mas que também o aluno possa absorver eficientes procedimentos operacionais que lhe ofereçam vantagens de tê-los tomados em relação a uma provável ameaça.

Por fim, será montado de forma clara e funcional um sistema de autoproteção que seja funcional e adaptável para cada aluno individualmente. Serão desenvolvidos trabalhos que façam o Aluno:

  1. Entender e acionar os níveis de alerta (nível de cores), criados por Jeef Cooper, quando necessário;
  2. Aplicar corretamente o ciclo OODA (Observe, Oriente, Decida, Aja);
  3. Atualizar e manter ativo o seu Círculo de Sobrevivência;
  4. Desenvolver a mentalidade auto protetiva, inclusive para a proteção de terceiros; e
  5. Analisar cenários críticos e buscar e opção mais razoável e autoproteção.

Trata-se, por fim, de um treinamento inovador em que vários atributos da área afetiva serão explorados de maneira eficaz, tudo dentro de uma metodologia funcional, prática, corretiva e participativa. Sendo, portanto, este o diferencial do treinamento, não será apenas um curso/treinamento de tiro e sim um sistema dinâmico, objetivo e funcional de condutas de ataque, defesa e autoproteção.

 

TURMAS
Turmas abertas
ARMAS
Informações técnicas e curiosidades
NOTÍCIAS
Notícias no Cotidiano